COACH: A história da grife que desembarcará em breve na Bossa em São Carlos

18:29:00





  Considerada por muitos anos uma marca de produtos conservadores, a COACH, com sua excelência em artigos de couro, atualmente desfruta de um rápido crescimento em vendas e é reconhecida como uma das mais desejadas marcas no mercado norte americano e asiático. A COACH, que se define como uma marca de “luxo acessível” conquistou milhares de consumidores com seus produtos, especialmente sua linha de bolsas, que mesclam o clássico com o contemporâneo e o couro com outros materiais, criando um estilo próprio. Vamos conhecer um pouco dessa grife que em breve desembarcará na Bossa- São Carlos-SP

  A história
  A tradicional marca americana COACH surgiu no ano de 1941 como uma empresa familiar chamada Gail Manufacturing Company e fundada por dois imigrantes sobreviventes de campos de concentração na Polônia. Inicialmente, seis artesões começaram a produzir pequenos artigos de couro como carteiras, porta-cheque e cintos de forma artesanal em um pequeno loft localizado no distrito têxtil de Manhattan na cidade de Nova York. Nesta época, as peças produzidas por eles tinham como principal característica a qualidade e a perfeição, fazendo-as durar por muitos anos. Rapidamente os consumidores, em sua maioria donas de casa da classe média americana, aprovaram os produtos da marca por seu design, por sua qualidade e principalmente por sua durabilidade.





  Em 1946, Miles Cahn começou a trabalhar na empresa, e, pouco tempo depois, em 1950, já era responsável por administrar a fábrica de artigos de couro, juntamente com sua mulher Lillian. Pouco depois o casal comprou a empresa. A história começaria a mudar em 1957 quando a marca COACH foi oficialmente lançada no mercado com seu tradicional logotipo: uma carruagem laranja sendo conduzida por um cocheiro. A marca estreou com uma pequena linha de careteiras e objetos de couro. Uma providência importante tomada pelo casal foi contratar, em 1962, o designer Bonnie Cashin, famoso no meio cinematográfico, para que ele criasse uma coleção exclusiva de bolsas para serem vendidas em redes de varejo. O design não só revolucionou a marca COACH, como também o segmento de bolsas, sendo responsável pela criação de inovações como a bolsa em formato de saco (feita em couro macio, inspirado na qualidade do couro legítimo das luvas de baseball, mantendo a elasticidade e durabilidade, característicos da COACH), os bolsos do lado de fora, a utilização de cores brilhantes (rosa, laranja, amarelo e verde) e designers contemporâneos, que misturavam texturas e materiais.



Sob seu comando a marca COACH introduziu vários itens de grande sucesso como as pequenas bolsas para cosméticos (conhecidas como nécessaire), botas e sapatos, entre outros itens. Nas décadas de 70 e 80, a COACH reposicionou seus produtos no mercado, elevando o preço, introduziu o catálogo via correio e começou a inaugurar lojas próprias para vender exclusivamente seus produtos fora das lojas de departamento. As vendas estouraram e toda a produção era vendida, fazendo com que a empresa precisasse expandir sua fábrica para atender a demanda, especialmente das lojas de departamento.
















  Em 1985 a COACH, então com 6 lojas e uma loja âncora localizada na badalada Madison Avenue em Nova York, foi adquirida, por US$ 30 milhões, pela Sara Lee Corporation, que deu início a expansão de sua linha de produtos, aos canais de distribuição e a construção de novas lojas, assim como a primeira unidade no conceito loja de fábrica (outlet). A empresa apostava em uma nova linha de bolsas, menores e em vários formatos, desenvolvida para ser utilizada no dia a dia. Pouco depois, em 1988, percebendo que muitos turistas estrangeiros freqüentavam suas lojas nos Estados Unidos, a COACH começou sua expansão internacional com a inauguração de lojas na Inglaterra e no Japão, que se tornaria o segundo maior mercado da marca em um futuro próximo. O crescimento nesta época foi tão acelerado, que em 1989, o faturamento atingia a marca de US$ 100 milhões, cinco vezes maior que à quatro anos atrás. Foi neste momento que surgiram os primeiros produtos que não eram feitos de couro, e devido ao sucesso, pouco depois foram introduzidos novos itens como gravatas e suspensórios.

  A empresa superou a antiga imagem conservadora somente a partir da década de 90, quando sob a direção de Reed Krakoff e Lew Frankfort, a COACH foi transformada numa desejada marca de moda, com o lançamento de bolsas exóticas e ecléticas, que utilizavam novos materiais misturados ao couro, custando por volta de US$ 5.000, direcionadas para um público mais jovem e com alto poder aquisitivo. Também contratou uma agência de publicidade para reposicionar a marca no mercado e atrair novos consumidores, de preferência mais jovens e descolados. Foi neste momento que surgiu o slogan “An American Legacy” (algo como “Um legado americano”). Em 1998 introduziu no mercado a primeira linha de bolsas que carregavam a letra “C” impressa como estampa. Essa linha, especialmente desenvolvida para um público jovem, era moderna, misturava alguns materiais como couro e tecido, e foi um enorme e instantâneo sucesso, especialmente entre um público formador de opinião.


  Nos anos seguintes a empresa cautelosamente expandiu a marca COACH para novas categorias de produtos, primeiro diversificou sua linha de produtos lançando sapatos, lenços, relógios, óculos de sol e jóias, para depois pensar em migrar para categoria de perfumes e cosméticos. Ao mesmo tempo, a empresa elevou o preço médio de seus produtos, o que fez com que a COACH passasse a competir lado a lado com marcas ícones do mercado de luxo como Prada e Louis Vuitton.

A linha do tempo 

  1973
  ● Lançamento da DUFFLE, uma bolsa saco que se tornou um dos maiores ícones da marca e sucesso de vendas até hoje.

  1988
  ● Lançamento do seu primeiro produto que não era feito de couro: lenços de seda.

  1991
  ● Lançamento de uma linha de meias para o público masculino.

  1992
  ● Lançamento de uma linha de presentes que incluía porta-retratos e cintos.
  ● Lançamento da coleção de outwear, composta por elegantes e modernas capas de chuva e casacos no estilo “sobretudo”.
  ● Lançamento de uma nova coleção de malas para viagem.

  1993
  ● Lançamento da coleção Manhattan, composta por bolsas modernas e muito mais coloridas.

  1998
  ● Através de um contrato de licença com a empresa suíça Movado, a marca introduziu sua primeira coleção de relógios.
  ● Lançamento de uma coleção de capas em couro para celulares.

  1999
  ● Lançamento do comércio online através da internet.
  ● Lançamento da primeira coleção de calçados da marca.
  ● Lançamento de uma linha de móveis assinada pela marca.

  2001
  ● Lançamento da primeira coleção de joias da marca.

  2003
  ● Lançamento da primeira coleção de óculos da marca.

  2007
  ● Lançamento de sua primeira fragrância levando a tradicional marca de produtos em couro para o universo da beleza.
  ● Lançamento da COACH LEGACY, uma linha de luxo com bolsas entre US$ 500 a US$ 800 e bolsas de couro de jacaré que podem chegar a US$ 10.000. Tratava-se de uma releitura de peças que faziam parte do acervo da COACH.

  2009
  ● Lançamento do perfume masculino Coach for Men. O perfume foi desenvolvido para melhor complementar a variedade de produtos masculinos da marca, que incluía calçados, maletas, carteiras e cintos.

  2016

  ● Lançamento de uma coleção limitada inspirada no personagem Mickey Mouse. Dentre os produtos estão bolsas, mochilas, carteiras, sapatos, etiquetas para malas, blusas e echarpes, entre outros. Apesar dos valores altos, alguns itens se esgotaram ainda nas primeiras horas. É o caso de um Mickey de couro (estilo urso de pelúcia) de 96 centímetros, que, mesmo custando US$ 1.500, não durou muito tempo no site da marca. Todos os designs foram feitos por artistas da Disney o que resultou em bolsas e carteiras bem estilizadas, com direito até a orelhinhas do famoso rato.

  A evolução visual 
  A identidade visual da marca passou por algumas remodelações ao longo dos anos. O tradicional logotipo, criado em 1962 pela designer Bonnie Cashin e cujo símbolo é uma carruagem, passou recentemente por uma atualização, adotando uma nova tipografia de letra e um design mais moderno para seu principal ícone. O logotipo da carruagem representa a tradição do artesanato em couro existente na cidade de Nova York quando a empresa foi fundada, uma época na qual os melhores fabricantes tomavam as rédeas e os cavalos faziam o transporte.




  A marca no mundo
  A enorme linha de produtos da marca COACH (que engloba desde bolsas, malas e pastas até acessórios como óculos, relógios e jóias, incluindo também uma linha para animais de estimação) é comercializada através de 342 lojas na América do Norte e mais de 121 unidades no conceito de outlets, além de 161 unidades próprias no Japão e outras 41 em Hong Kong, Macau e China. Seus produtos também são encontrados em mais de 1.000 das mais descoladas e chiques lojas de departamento do mundo (mais de 12% das vendas mundiais da marca são feitas em lojas de departamento). A COACH opera em mais de 20 países ao redor do mundo.

  Você sabia?
  Anualmente aproximadamente 45 milhões de consumidores visitam suas lojas ao redor do mundo. E, de acordo com a empresa, um consumidor típico da COACH possui oito bolsas da marca.

  Momento atual da grife
  Após parceria firmada em dezembro, foram reveladas as primeiras imagens de Selena Gomez como novo rosto da Coach. A campanha, que tem direção criativa de Fabien Baron, beleza de Pat McGrath e Guido Palau, styling de Karl Templer e foi clicada em Nova York por Steven Meisel, traz a atriz recostada no banco de um Plymouth Fury de 1976.



  O carro, um símbolo recorrente nas campanhas da marca, representa a liberdade e as infinitas possibilidades, dando ainda mais sentido ao mood de road trip que a campanha busca transmitir e conectando-se perfeitamente à aura effortless chic transmitida por Selena a Vevers. Muitas das palavras que costumo usar para descrever a Coach se encaixam perfeitamente para descrever Selena.



  "Selena é rebelde e romântica, uma sonhadora e realizadora que trilha seu caminho de forma ousada. Para mim, ela é a voz de uma geração, ela sabe se conectar", completou Vevers em comunicado oficial da marca. E parece que a admiração é recíproca. "Não poderia estar mais orgulhosa de ser o rosto da Coach. Amei trabalhar com Stuart, admiro muito sua visão e suas criações", declarou a cantora sobre a parceria.


  As peças usadas por Gomez na campanha são itens que ela mais gostou da coleção Inverno 2017 da marca e incluem três modelos de bolsas - Rogue, Swagger e Edie -, que ganharam status de peça-chave e surgirão em short films dedicados a elas, em que a cantora aparece se preparando para curtir a noite na cidade.

  Gostaram? Então...em breve ela chegará nas minhas lojas BOSSA em São Carlos-SP
  Instagram: @BossaIguatemi / @bossamoda



You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

@LAHMARIANOOFICIAL NO INSTAGRAM